COMPRAS      
 
TOPBOOKS - EDITORA E DISTRIBUIDORA DE LIVROS

CONTINUA a PROMOÇÃO:
livros com descontos
de 30% e 50%.

A Editora Imprensa Homenagens Especiais Destaques Recomendados eBooks Como comprar Fale conosco Início do site
CATÁLOGO REPORTAGEM(NS)
 
 
 
Instagram
TOPBOOKS - Editora e Distribuidora de Livros

MORRE O POETA BRUNO TOLENTINO

[ Resumo do material publicado online pela imprensa ]

SÃO PAULO – Morreu nesta quarta-feira [27 de junho de 2007], aos 66 anos, vítima de falência múltipla de órgãos, o poeta carioca Bruno Tolentino. Ele estava internado há um mês na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Emílio Ribas, em São Paulo.

Tasso Marcelo/AE

Bruno Tolentino
Outra obra sua premiada é "A balada do cárcere" (Topbooks), que recebeu os prêmios Cruz e Sousa de poesia, em 1996, e Abgar Renault, em 1997, este dado pela Academia Brasileira de Letras. O livro se inspirou na experiência do autor, preso na Inglaterra, em 1987, sob a acusação de tráfico de drogas. Encarcerado na prisão de Dartmoor, conhecida como "Ilha do Diabo", Tolentino foi libertado 22 meses depois, com o pedido de perdão do governo inglês, que reconheceu ter sido ele vítima de uma injustiça.

Bruno Lúcio de Carvalho Tolentino nasceu em 12 de novembro de 1940 em uma tradicional família de Niterói, e, sobrinho de Lúcia Miguel Pereira, biógrafa de Machado de Assis, conviveu desde criança com grandes nomes da literatura brasileira, como Manuel Bandeira, Cecília Meireles, João Cabral de Melo Neto e Carlos Drummond de Andrade, entre outros. Seu avô foi conselheiro do Império e fundador da Caixa Econômica Federal, e Bruno aprendeu a falar inglês e francês com fluência antes mesmo de ser alfabetizado em português.

Ela saiu do Brasil em 1964 e morou por três décadas na Europa, onde lecionou por 11 anos nas importantes universidades inglesas de Oxford, Bristol e Essex, e publicou os livros Le Vrai Le Vain (Paris, 1971), Au Colloque des Monstres (Paris, 1973) e About the Hunt (Oxford, 1978). Também se orgulhava de ter convivido com personalidades de renome nas letras, como o dramaturgo irlandês Samuel Beckett e os poetas W. H. Auden (inglês), Giuseppe Ungaretti (italiano) e Elisabeth Bishop (americana).

Escritor, jornalista e professor, além de poeta, ele ficou conhecido também por suas polêmicas intelectuais - com os irmãos Campos, com Caetano Veloso, com professores da USP... Desde que as letras de músicas de Caetano Veloso viraram tese universitária, o baiano se tornou um dos alvos preferidos do carioca, ao lado dos irmãos concretistas Augusto e Haroldo de Campos, acusados, entre outras coisas, de serem maus tradutores do inglês. Em entrevista, Tolentino disse que polemizava não por se julgar dono da verdade, mas "para provocar o contradito e o debate". Tempos depois, ele fez as pazes com Caetano.

Privacidade

Envio de originais

Mensagem do Editor

Topo Início Anterior
TOPBOOKS EDITORA E DISTRIBUIDORA DE LIVROS LTDA.
Rua Visconde de Inhauma, 58 - Sala 203 - Rio de Janeiro - CEP 20091-000
Telefones: (21) 2233-8718 ou (21) 2283-1039
Copyright © Topbooks, 2003 - 2019 - É proibida a reprodução total ou parcial sem autorização - Projeto QV