COMPRAS      
 
TOPBOOKS - EDITORA E DISTRIBUIDORA DE LIVROS

CONTINUA a PROMOÇÃO:
livros com descontos
de 25% e 50%.

A Editora Imprensa Homenagens Especiais Destaques Recomendados eBooks Como comprar Fale conosco Início do site
CATÁLOGO APRESENTAÇÃO
 
 
 
Instagram
TOPBOOKS - Editora e Distribuidora de Livros

A CIDADE DO RIO GRANDE

Ronald Guimarães Levinsohn

Eis aqui mais um ótimo livro de Willy Cesar, jornalista com forte tendência a historiador, que penso ser sua verdadeira vocação. Este novo A cidade do Rio Grande é obra que vem complementar uma história ainda pouco contada sobre a formação do Sul do Brasil.

A fundação da freguesia do Rio Grande de São Pedro – primeira sede administrativa portuguesa na região Sul, no território onde hoje se situa o estado do Rio Grande do Sul – e seu desenvolvimento até os dias que correm está narrada pelo autor de maneira precisa e pitoresca. Uma pesquisa intensa e profunda, que levou mais de dez anos, fundamenta esse trabalho repleto de informações curiosas e imprescindíveis.

Vivendo longe da cidade desde 1954, me acostumei a ouvir, toda vez que me identifico como natural do Rio Grande, o interlocutor indagar: “De qual cidade?” A confusão que se faz entre os nomes da cidade e do estado é imensa, e só não repetem essa pergunta os moradores de lá.

Meu avô, Jack Levinsohn, esteve em Buenos Aires no início dos 1900, emprestando suas habilidades de engenheiro mecânico junto à empresa que construía o metrô e algumas estradas de ferro na Argentina, à época um dos países mais ricos do mundo e de mais alta renda per capita. Na cidade de Zarate, apaixonou-ser por Juana Carreto de Berthier – filha dos donos do pequeno hotel onde se hospedava – vindo a se casar com ela em Londres, após o final de seu contrato de trabalho.

Na capital inglesa nasceram meu pai e meu tio Douglas. Em face, porém, do agravamento da asma de minha avó, que a impedia de conviver com a fuligem de carvão expelida pelas famosas chaminés londrinas, meu avô se viu obrigado a buscar novo emprego. Com isso, aceitou vir substituir seu conterrâneo, Arthur Small, na empresa Swift da então quase desconhecida cidade do Rio Grande, cujo frigorífico viria a fornecer a carne necessária para lotar os navios que saíam de Buenos Aires, rumo à Inglaterra, só com meia carga, em razão da pouca profundidade do Rio da Prata.

O engenheiro Levinsohn veio para ficar quatro anos em Rio Grande, com contrato para depois seguir para Chicago, nos Estados Unidos, onde continuaria sua carreira na Swift e daria educação em língua inglesa aos três filhos. Mas qual! Pescador apaixonado, Jack Levinsohn aficionou-se pelas pescarias nos molhes da barra e fixou domicílio na cidade – precisamente na terceira casa à direita de quem entrava na rua do Clube de Golfe e Tênis da Swift. Dois de seus filhos se casaram com riograndinos, e seu sobrenome passou a constar do livro Ingleses no Rio Grande do Sul, de F. Riopardense de Macedo.

Anos mais tarde, o ministro Alfredo Valladão, tio avô da Maria Henriqueta, minha mulher, depois de me perguntar onde nasci, descreveu-me em detalhes a história da cidade. É que, quando no Tribunal de Contas da União, ele fora o ministro relator do processo que aprovou o projeto francês e as contas da construção dos molhes da barra do Rio Grande. Era o que faltava para a criação do porto que interligaria a ferrovia Rio Grande-Bagé, inaugurada em 2 de dezembro de 1884. Estava implantado o primeiro porto que tinha entre seus principais produtos de importação arame, sal e máquinas, e entre os de exportação peixe salgado, charque e carnes congeladas produzidas pela Cia. Swift a partir de 1918, além de frutas e pescados enlatados pela Leal, Santos e Cia.

Tudo isso e muito mais encontramos nestas páginas. Autor de outros livros que têm por desígnio a preservação da memória, Willy Cesar agora entrega aos leitores um relato saboroso, mistura de história e jornalismo, sobre a gloriosa cidade do Rio Grande.

 

Privacidade

Envio de originais

Mensagem do Editor

Topo Início Anterior
TOPBOOKS EDITORA E DISTRIBUIDORA DE LIVROS LTDA.
Rua Visconde de Inhauma, 58 - Sala 203 - Rio de Janeiro - CEP 20091-000
Telefones: (21) 2233-8718 ou (21) 2283-1039
Copyright © Topbooks, 2003 - 2019 - É proibida a reprodução total ou parcial sem autorização - Projeto QV