COMPRAS      
 
TOPBOOKS - EDITORA E DISTRIBUIDORA DE LIVROS

PROMOÇÃO ESPECIAL:
vários livros com
descontos
de 25%

A Editora Imprensa Homenagens Especiais Destaques Recomendados eBooks Como comprar Fale conosco Início do site
CATÁLOGO APRESENTAÇÃO
 
 
 
Instagram
TOPBOOKS - Editora e Distribuidora de Livros

INDEPENDÊNCIA E MORTE: POLÍTICA E GUERRA NA EMANCIPAÇÃO DO BRASIL / 1821-1823

A Independência brasileira se deu, realmente, de modo tranquilo e natural, um simples “divórcio amigável” de Portugal?  Havia um “Brasil” previamente definido?  Na verdade, o processo de emancipação foi muito mais caótico, incerto e violento do que a imagem tradicionalmente difundida. E é fundamentado em ampla pesquisa documental que Independência e Morte nos revela uma outra história, marcada pela incerteza, a instabilidade e a ausência de uma identidade nacional pré-existente.

 

O livro apresenta um panorama da situação sociopolítica brasileira, a partir da qual se expõem as perspectivas e projetos de diversos atores no contexto da elevação do Brasil a Reino (1816), nos impactos da Revolução do Porto (1820) e no processo que resultou no estabelecimento do Império do Brasil, com D. Pedro I como imperador. Na continuação dessa análise, avalia-se aqui a dimensão militar do processo de emancipação, com informações sobre números, batalhas, táticas e estratégias.

 

Ao aproximar-se a celebração dos 200 anos da Independência, Helio Franchini Neto nos mostra uma nova visão sobre a construção do Brasil. Com base em intensa utilização de documentos de época e de bibliografia, esta obra desvenda uma trama muito mais complexa e agitada, um período (1821-1823) marcado por diferenças regionais, diversidade de projetos, negociações e, principalmente, conflitos políticos que derivaram em operações militares, com a mobilização de mais de 50 mil soldados, na Guerra de Independência do Brasil.

 

A história detalhada dessa separação entre a Colônia e o Reino é aqui esmiuçada, desde o surgimento de ideias e propostas de emancipação até a consolidação final do Império do Brasil, com o reconhecimento por parte de Portugal e a manutenção da unidade nacional. Surgem, então, elementos pouco conhecidos do processo de Independência, passando por combates no Norte (Ceará-Piauí-Maranhão-Pará), na Bahia e na Cisplatina.

 

O confronto político e as operações militares são dados fundamentais para se entender o processo que ocorreu em nosso país, e para auxiliar na compreensão do fato de o Brasil ter permanecido unificado em torno de seu primeiro imperador, D. Pedro I. Como aponta o professor Francisco Doratioto em seu prefácio, “ambas, guerra e política, foram pilares fundamentais para que todas as províncias brasileiras rompessem com Lisboa e para que terminassem incorporadas ao Império do Brasil”.

Privacidade

Envio de originais

Mensagem do Editor

Topo Início Anterior
TOPBOOKS EDITORA E DISTRIBUIDORA DE LIVROS LTDA.
Rua Visconde de Inhauma, 58 - Sala 203 - Rio de Janeiro - CEP 20091-000
Telefones: (21) 2233-8718 ou (21) 2283-1039
Copyright © Topbooks, 2003 - 2019 - É proibida a reprodução total ou parcial sem autorização - Projeto QV