COMPRAS      
 
TOPBOOKS - EDITORA E DISTRIBUIDORA DE LIVROS

CONTINUA a PROMOÇÃO:
livros com descontos
de 30% e 50%.

A Editora Imprensa Homenagens Especiais Destaques Recomendados eBooks Como comprar Fale conosco Início do site
CATÁLOGO APRESENTAÇÃO
 
 
 
Instagram
TOPBOOKS - Editora e Distribuidora de Livros

MEU CAPÍTULO NA TV GLOBO

Este livro revela um capítulo decisivo da vida do nova-iorquino Joe Wallach, certamente o mais agitado e emocionante de todos: sua passagem pelo Brasil, aonde chegou aos 42 anos para fazer parte da equipe que transformaria a TV Globo numa das maiores redes de televisão do mundo. Em agosto de 1965 ele desembarcou no Rio de Janeiro com a missão de gerenciar o acordo entre o grupo Time-Life – do qual era funcionário – e a emissora de Roberto Marinho, inaugurada três meses antes. Embora, no início, Joe não falasse português e Marinho menos ainda o inglês, o entrosamento entre estes dois homens tão diferentes se deu de imediato, e o relato dessa amizade se confunde com a ascensão da TV Globo.

São muitas as histórias que Joe conta pela primeira vez, sempre com graça e leveza. Merece destaque a narrativa sobre os meandros do polêmico contrato Globo – Time-Life, que teve sua legalidade questionada, levando à criação, em outubro de 1965, de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), pois o artigo 160 da nossa Constituição proibia a participação de capital estrangeiro na gestão ou propriedade de empresas de comunicação. Joe teve de depor durante

cinco horas no Congresso, em Brasília, foi acusado de ser agente da CIA e recebeu telefonemas anônimos com ameaças de morte. Em 1971, quando a Time-Life Inc., cansada de perder dinheiro, encerrou o acordo, Wallach convenceu Marinho a ressarcir os americanos pelos investimentos feitos, o que viria a garantir a independência da TV Globo.

Nesse mesmo ano, já com a cidadania brasileira, ele aceitou o convite para permanecer na casa como diretor executivo. Até 1980, quando decidiu voltar aos Estados Unidos para ficar mais próximo da família, Joe foi um elemento decisivo na vida da emissora, estabelecendo a estrutura para a futura Rede Globo de Televisão. Com emoção ele rememora aqui algumas de suas mais fortes lembranças: as enchentes de 1966 e 1967 que flagelaram os cariocas; os incêndios nas instalações da TV Globo de São Paulo (1969) e do Rio (1976) em plena ditadura; a relação do Dr. Roberto com os militares; a produção das primeiras telenovelas exibidas ao vivo; a ascensão e queda de Walter Clark, levado por ele para a empresa, e o convívio com Boni, Armando Nogueira, Borjalo, Otto Lara Resende, Nelson Rodrigues, Daniel Filho e Roberto Irineu Marinho, entre outros que ajudaram a solidificar a marca de sucesso da Vênus Platinada.

Joe Wallach foi um jovem de classe média baixa que estudou em colégios públicos e precisou trabalhar na lavanderia dos pais, numa sorveteria e numa gráfica enquanto cursava Contabilidade numa faculdade também pública. A Segunda Guerra Mundial interrompeu seus estudos: aos 19 anos, ingressou no exército americano, onde ficou por três anos e meio, dos quais 20 meses na Europa como tenente, e em janeiro de 1945 foi ferido na Bélgica. Nessa época conheceu em Grenoble, França, sua primeira mulher, Maryla Dytkowska, que servia no exército polonês, com quem se casou em Paris em 1946.

De volta aos Estados Unidos, formou-se em Administração e trabalhou algum tempo em Nova York, mas Maryla odiou o tumulto da grande cidade. O casal mudou-se então para Massachusetts, depois para a Pensilvânia e, finalmente, San Diego, na Califórnia; ali, em abril de 1960 ele começou como assistente da gerência de uma pequena estação televisiva, associada à NBC, onde a “Garota do Tempo” se chamava Raquel Tejada – que anos depois se tornaria famosa como Raquel Welch. Em 1962, o grupo Time-Life comprou o Canal 10 de San Diego, e Joe foi guindado ao posto de gerente, nova etapa de uma trajetória que desembocaria, três anos mais tarde, na viagem para o Rio de Janeiro.

Quando deixou a Globo, em 1980, Joe fixou residência em Los Angeles, e lá fundou a Telemundo em 1985, voltada para a comunidade latina. Três anos depois, se tornou consultor da Rede Globo na Telemontecarlo, experiência da família Marinho na Itália, e em 1990 voltou ao Brasil para participar da criação da Globosat, que em cinco meses pôs no ar quatro canais via satélite: Multishow, Telecine, GNT e SporTV.

Terminado mais esse trabalho de implantação de uma emissora, decidiu se aposentar e hoje vive em Los Angeles. Seu passatempo preferido passou a ser, afora a leitura e as longas caminhadas (“a máquina não pode parar”, costuma dizer), os cursos da UCLA, principalmente os de história universal, tanto a antiga quanto a moderna. Assim como sua segunda mulher, Doreen, Joe Wallach adora viajar, e tem realizado longos passeios aos mais inusitados recantos da terra. Mas, sempre que sua agenda permite, volta ao Rio em busca dos muitos amigos que aqui deixou, para os quais ele foi a sorte grande tirada por Roberto Marinho quando este resolveu apostar em televisão.

FRASES SOBRE JOE WALLACH (quarta capa do livro):

Joe Wallach, o profissional exemplar (...), o amigo perfeito. Na história da Rede Globo e no meu coração, ele ocupa um dos primeiros e um dos melhores lugares. — Roberto Marinho

Além de ter sido um grande parceiro de meu pai na construção da Rede Globo, Joe Wallach sempre foi uma figura humana admirável. Apaixonado pelo Brasil, acreditou que a comunicação pode ajudar no desenvolvimento social e econômico e na consolidação da democracia no país. Suas memórias testemunham a luta de centenas de profissionais que apostaram na televisão e em sua capacidade de levar informação e entretenimento à população brasileira. Ao Joe, amigo e companheiro nessa jornada, o meu sincero agradecimento. — Roberto Irineu Marinho

Sem o Joe Wallach teria sido impossível fazer a Rede Globo. Ele foi o catalisador, o amálgama e o algodão entre cristais. Sem a habilidade e a doçura do Joe, a relação entre os profissionais e o Dr. Roberto Marinho poderia ter se rompido. Da mesma forma os atritos entre os diversos profissionais teriam me levado a sair da Globo se não fosse a intervenção sempre lúcida e oportuna do Joe Wallach. Ele nos ensinou a ter os pés no chão e participou ativamente da modelagem de todas as áreas da Rede Globo. Foi o meu grande parceiro. — Boni

Privacidade

Envio de originais

Mensagem do Editor

Topo Início Anterior
TOPBOOKS EDITORA E DISTRIBUIDORA DE LIVROS LTDA.
Rua Visconde de Inhauma, 58 - Sala 203 - Rio de Janeiro - CEP 20091-000
Telefones: (21) 2233-8718 ou (21) 2283-1039
Copyright © Topbooks, 2003 - 2019 - É proibida a reprodução total ou parcial sem autorização - Projeto QV